Português  |   English  |   Español  |  

 
 
 

Trabalhos

TN_STO_163_953_19455 - Associação de Empresas como Gestoras de Organizações Virtuais: O Caso da ACATE - Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia

Autores:
Rodrigo Ventura de Oliveira e Nelson Casarotto Filho.

Resumo:
Em função das rápidas mudanças na dinâmica dos negócios nas últimas décadas e do avanço da tecnologia da informação e comunicação, faz-se necessário estudar aplicações das teorias emergentes de redes de empresas às antigas estruturas. Acredita-se que desta forma é possível aumentar a competitividade global de sistemas e organizações. Este artigo examina os conceitos que contemplam as organizações virtuais como estruturas formais de cooperação entre empresas e avalia o potencial de uma associação de empresas, a ACATE, se tornar uma gestora de corporações virtuais. Utilizou-se para tal uma metodologia de estudo de caso, onde revisou-se a teoria sobre os temas escolhidos. Teoria que embasou a construção do modelo de análise da instituição escolhida, bem como as conclusões e recomendações finais. O método foi construído com o objetivo de responder a seguinte pergunta de pesquisa: O projeto de cooperação por verticais da ACATE pode ser explorado como uma plataforma de empresas de uma organização virtual? Dentre as principais conclusões do estudo está a identificação de grande potencial de melhorias no modelo de constituição e gestão das cooperações entre as associadas a ACATE.

Palavras chaves: redes de empresas, organizações virtuais, cooperação de empresas, corporação virtual

TN_STP_164_958_19458 - Autogestão e Toyotismo: os modelos que se completam

Autores:
Maryna Martins Nunes Pereira.

Resumo:
O objetivo deste artigo consiste em analisar a relação direta de como o modelo de autogestão está ligado à habilidade de cultivar lideranças, equipes e cultura para criar estratégias, construir relações com os fornecedores e incentivar a manutenção de aprendizagem do toyotismo. Para alcance do objetivo deste artigo, optou-se pela realização de um estudo de caso descritivo como estratégia de coleta de dados para permitir uma relação teórico-empírica neste estudo em questão. Este estudo de caso descreve uma indústria de fumo com subsídio de pesquisa de campo, com observação simples e entrevistas, bem como de pesquisa bibliográfica sobre modelo de autogestão e o toyotismo. A partir dos dados obtidos é possível afirmar que, o setor de fumo, seguindo as tendências gerais de reestruturação produtiva aliados com as ferramentas e princípios do Sistema Toyota de Produção aderiu tanto a inovações tecnológicas quanto organizacionais. O desenvolvimento de equipes para gerenciar as mini-fábricas gerou mais autonomia à unidade produtiva, comprometimento diante os resultados, eficiência e responsabilidade. O projeto AUGE está em consonância com o Modelo Toyota, entretanto, na prática restringe todos os pontos cruciais que possibilitariam ao trabalhador o poder decisório sobre suas atividades de trabalho, mas promove uma autonomia ficticía aos colaboradores.

Palavras chaves: autogestão, toyotismo, produtividade.

TN_STO_164_955_19483 - A GESTÃO DO CONHECIMENTO COM AUXÍLIO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NA DELEGACIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL DE MOSSORÓ-RN

Autores:
Monica Narjara Alves Carlos e Ana Lucia Brenner Barreto Miranda.

Resumo:
A necessidade, cada vez maior, das empresas explorarem o conhecimento para se manterem competitivas e atenderam as demandas por seus serviços faz da Gestão do Conhecimento essencial para elas. As ferramentas da Tecnologia da Informação são grandes aliadas para que o conhecimento seja administrado da melhor forma possível. O presente estudo foi realizado na Delegacia da Receita Federal do Brasil de Mossoró, como o objetivo de analisar como se dá a Gestão do Conhecimento nesta organização, e como as ferramentas de Tecnologia podem auxiliar no processamento de informação e disseminação do conhecimento. A pesquisa é do tipo descritivo exploratória, com coleta e análise de dados obtidos através de questionários aplicados aos servidores. Os resultados alcançados descrevem que os servidores valorizam o conhecimento e utilizam tecnologias para auxiliar na troca de informações e conhecimentos. O acesso a informações teve índice elevado de média concordância, assim como a percepção dos servidores em relação a valorização do conhecimento por parte da DRF. Porém, o incentivo a documentação do conhecimento dos servidores mais experientes é vista com baixa concordância por eles. Concluiu-se que a Gestão do Conhecimento na Delegacia da Receita de Mossoró é feita com eficiência, mas que precisa melhorar. Como em qualquer empresa a Tecnologia da Informação é grande impulsionadora da qualidade da GC.

Palavras chaves: Conhecimento, Informação, Tecnologia, Gestão do Conhecimento.

TN_STP_163_952_19569 - Estratégia competitiva e desenvolvimento de produtos: estudo de caso em uma empresa fabricante de calçado no Rio Grande do Sul

Autores:
Marcela Avelina Bataghin Costa e Jose Carlos de Toledo.

Resumo:
Este artigo tem por objetivo descrever e analisar as estratégias competitivas e o processo de desenvolvimento de produtos em uma empresa fabricantes de calçados localizada no Pólo do Vale do Rio do Paranhana no Rio Grande do Sul. O estudo de caso foi realizado através de visita pessoal na empresa. O instrumento de pesquisa constituiu-se de um questionário semi-estruturado, aplicado pessoalmente junto aos responsáveis pelo controle de qualidade e desenvolvimento de produtos da empresa. De modo geral foi constatado que a estratégia de diferenciação de produtos é adotada pela empresa estudada, mas não é a única. Buscando atuar em mercados diferentes, a empresa também utiliza a estratégia de proliferação de produtos, diferenciação, qualidade e velocidade No desenvolvimento de produtos verificou-se que a maioria dos projetos conduzidos é do tipo inovação seguidos dos projetos de melhoria. O tempo de desenvolvimento de um produto é de no máximo 2 meses e toda a parte de costura é terceirizada. A decisão mais importante relacionada ao PDP ocorre ainda na fase de pré-desenvolvimento, chamada pelas empresas calçadistas de preview, fase na qual se decidem quais projetos serão desenvolvidos e lançados na próxima coleção.

Palavras chaves: Estratégia, desenvolvimento de produtos, empresas calçadistas, Vale do Rio do Parananhana

TN_STP_163_950_19604 - O papel da estratégia da produção no alinhamento dinâmico das cadeias de suprimento

Autores:
Daniel Fernando Bozutti, Edemilson Nogueira e MIGUEL ANTONIO BUENO DA COSTA.

Resumo:
As empresas não atuam sozinhas no ambiente competitivo e a necessidade de integração entre elas se torna cada vez mais evidente. No entanto, como essa integração deve ocorrer? O entendimento dos clientes e suas expectativas, a gestão da cadeia de suprimentos (Supply Chain Management - SCM) e a estratégia de produção devem estar alinhadas de forma que as decisões corporativas sejam coerentes com o mercado. Este artigo tem por objetivo mostrar o papel da estratégia da produção no alinhamento dinâmico das cadeias de suprimentos. Para cumprir este objetivo foram apresentadas as principais decisões estruturais e infraestruturais relacionadas à estratégia de produção de forma a suportar os quatro perfis comportamentais dominantes dos clientes, conforme previstos no alinhamento dinâmico das cadeias de suprimento.

Palavras chaves: estratégia da produção, supply chain management, gestão estratégica

TN_STP_163_950_19637 - Estratégias de Produção e Inovação em empresas do setor metal mecânico

Autores:
Felipe Ferreira de Lara e Marcia Regina Neves Guimaraes.

Resumo:
Esse artigo parte do pressuposto de que a inovação pode ocorrer nas empresas como consequência das suas prioridades competitivas. Busca verificar e analisar como se dá essa relação em duas empresas do setor metal-mecânico da região de Sorocaba/SP. Trata-se de uma pesquisa descritiva que utiliza a abordagem qualitativa e o método do estudo de caso. Entre os resultados, verificou-se que as duas empresas estudadas priorizam o custo, seguido da qualidade. Embora tenha ocorrido inovação de produto e processo em uma das empresas, verificou-se que elas não ocorreram como consequência das prioridades competitivas, mas foi um atendimento a uma demanda específica de um cliente. Já no caso da inovação organizacional, a relação foi percebida. Mudanças organizacionais ocorreram não apenas por demanda do mercado, mas também como uma forma de se reduzir custos.

Palavras chaves: estratégia de produção, prioridades competitivas, inovação, setor metal-mecânico

TN_STP_164_954_19639 - Melhores práticas para a gestão eficaz da inovação de produtos: Estudo de caso em um fabricante de equipamentos

Autores:
Felipe Ferreira de Lara, Ederson Duarte Bonfim e Jose Francisco Serpa.

Resumo:
É amplamente abordada a insuficiente participação das indústrias brasileiras na promoção de inovações a níveis competitivos mundialmente. Dos diversos modos de se inovar, talvez o mais desafiador seja a inovação de produtos. Na maioria dos casos, é extremamente complexa e envolve uma intensa correlação entre as estratégias de produção atreladas ao produto em si com as estratégias globais da organização, o que torna importante se desenvolver condições infra-estruturais e sistemas de apoio gerenciais adequados. A empresa em estudo tem consciência da importância da inovação em seus produtos como um elemento de diferenciação competitiva, que pode ser visto na consideração e apoio dado pela alta gerência, no entanto verifica-se a necessidade de um programa de inovação estruturado e que envolva os aspectos formais de definição em diversos pontos.

Palavras chaves: gestão da inovação, inovação de produto

TN_STO_164_958_19705 - Sistema baseado em conhecimento para melhoria de processos em Microempresas

Autores:
Geovane Griesang, jean carlo benetti, Rejane Frozza e Ederson Luis Posselt.

Resumo:
Este trabalho apresenta o mapeamento e modelagem do conhecimento especialista referente ao concerto de máquinas de lavar roupa. O referido escopo foi contemplado com objetivo de auxiliar as pessoas a identificarem possíveis problemas relacionados ao mal funcionamento da máquina, a fim de atingir melhorias no processo da uma microempresa. O sistema especialista desenvolvido foi validado utilizando casos fictícios e reais. A modelagem deste conhecimento especialista foi realizada mediante uso do software Expert SINTA.

Palavras chaves: Sistema especialista, modelagem de conhecimento especialista, gestão para melhoria de processos

TN_STO_164_957_19708 - A implantação de um Escritório de Gestão de Projetos: Estudo de Caso da Uni Júnior Consultoria e Gestão Empresarial

Autores:
Eliana Maria dos Santos Pereira Alves e Ovidio Felippe Pereira da Silva Junior.

Resumo:
Um Escritório de Gerenciamento de Projetos é uma estrutura organizacional criada para atuar na supervisão e coordenação de projetos, dando apoio baseado em objetivos claros. Sua missão é agir como uma interface entre projetos, gerentes e organização. Este artigo apresenta um estudo de caso elaborado a partir da implantação de um Escritório de Gestão de Projetos na Uni Júnior, uma empresa de consultoria e gestão empresarial vincula à UNIVALI (Universidade do Vale do Itajaí). A experiência resultou na organização dos fluxos de trabalho da empresa, elaboração de relatórios de desempenho de projetos utilizando indicadores previstos no guia PMBOK (2008) e a criação de um manual de normas e procedimentos para guiar os colaboradores nas ações referentes a documentação de projetos.

Palavras chaves: Escritório de Gestão de Projetos; Fluxo de Trabalho; Indicadores de Desempenho.

TN_STP_163_952_19714 - Tv aberta e Internet: A realidade e tendências dessa associação no Brasil

Autores:
Priscila de Jesus Freitas Pinto e Marcus Vinicius de Araujo Fonseca.

Resumo:
Esta dissertação tem como objetivo discutir a associação da TV aberta e Internet no Brasil, buscando esclarecer a realidade e tendências dessa associação. Trata-se de um assunto recorrente na atual Era da Informação ou Era do Conhecimento. Os avanços tecnológicos saltam dia-a-dia na vida das pessoas, sejam elas jovens ou não. No caso dos jovens, uma nova geração surge neste contexto, uma geração que não aceita mais consumir o que oferecem a ela, uma geração que busca o que quer consumir em um nicho imenso de opções. O trabalho apresenta os avanços da Internet no Brasil que evolui e alcanças novos lares a passos largos, a TV não deve encará-la como concorrente, mas sim como aliada no objetivo de fidelizar os consumidores-espectadores. Em meio a esse ambiente de transformação e disputa do tempo e olhar do consumidor, as grandes organizações de mídia precisam quebrar a cabeça para se adaptar a nova realidade e conseguir manter e gerar receitas. O trabalho apresenta a convergência de mídias como oportunidade de novos modelos de negócio através da produção de conteúdo em narrativa transmídia, ou seja, integrando todas as plataformas de mídia em um conteúdo pensado desde sua concepção desta forma. Sobretudo, o trabalho propõem usar a convergência de mídias como forma de agregar a nova cultura participativa em novos modelos de negócio, e também como forma de trazer valor para a sociedade.

Palavras chaves: TV aberta, Internet, Era da Informação, Capital Humano, Avanços tecnológicos, consumidores, usuários de conteúdo, convergência de mídias e narrativa transmídia.

TN_STO_164_954_19733 - Modelagem conceitual do atual ambiente de inovação no Brasil

Autores:
Renata de Oliveira Ferreira.

Resumo:
Apesar do atual destaque econômico do Brasil no contexto mundial, constata-se pouco destaque do país no ambiente inovativo. Com o obejtivo de entender razões para isso, o texto fez um levantamento das iniciativas existentes no país e um estudo que busca entender a opinião de representantes do meio acadêmico, empresarial e governamental. A partir de então, foi possível fazer uma modelagem conceitual que sintetiza os pontos principais necessários para a formação de um sistema de inovação integrado e alinhado com o conceito de inovação aberta.

Palavras chaves: Inovação brasileira; instrumentos de apoio à inovação; parceria público privada; política governamental

TN_STP_164_957_19748 - Documentação na fase de encerramento de um projeto de automação em uma mineradora situada em Itabira-MG

Autores:
Geissom Lima Meireles, Tancredo Augusto Vieira, Silvia Menezes Pires Dias, Angelo Garuzzi Cabral e Fabiana de Oliveira Andrade.

Resumo:
A automação vem ganhando força no setor industrial brasileiro, por trazer diversos benefícios. É possível citar o aumento da produtividade, a redução de custos na produção, a homogeneidade e qualidade do produto final, além do aumento da segurança nos processos produtivos. Desta forma, este trabalho tem como foco o setor de implantação de projetos de automação industrial, na unidade de extração de minério de ferro da mineradora Vale, em Itabira-MG, local de início das atividades da empresa. Dentro deste contexto, esta pesquisa buscou identificar a existência de documentos na fase de encerramento de um projeto de automação industrial na empresa, verificando se os documentos necessários na fase de encerramento de um projeto de automação atendem as exigências do projeto, sob a ótica dos empregados. A pesquisa utilizou de uma abordagem qualitativa; quanto aos fins a pesquisa foi definida como descritiva e, quanto aos meios uma pesquisa de campo, pois foi realizada no ambiente produtivo das empresas. A amostra da pesquisa constitui-se do setor de implantação de projetos de automação na gerência de automação (GAUAS); e na gerência de manutenção (GAMES), ambas na unidade da Vale S/A na cidade de Itabira-MG, sendo definida como não-probabílistica por acessibilidade; como técnica de coleta de dados foi utilizada entrevistas semi-estruturadas e coleta documental; para a análise dos dados foi utilizada a técnica de análise de conteúdo. Percebeu-se que a geração de documentos de automação na fase de encerramento é feita com freqüência pelos gestores, e que estes chegam até os responsáveis, ou seja, o pessoal de manutenção. Os documentos gerados são geralmente documentos referentes à gestão de projetos, como termos de encerramento, planilhas de acompanhamento, e os chamados documentos de engenharia, como fluxogramas, desenhos elétricos, desenhos mecânicos, manuais. Foi identificado que em algumas raras exceções não é gerado nenhum documento, nem mesmo um termo de entrega, contrariando as teorias pesquisadas. Percebeu-se que por parte da manutenção que os documentos são fundamentais em seu dia-dia, e o material que recebem por muitas vezes deixa a desejar, tornando-se um gargalo em sua rotina de manutenção.

Palavras chaves: Automação industrial; Mineradora; Projetos.

TN_STP_163_952_19751 - Uso de Planejamento de Experimentos na Análise de Demanda de Medicamentos da Indústria Farmacêutica

Autores:
Nagila Raquel Martins Gomes, DANIEL CAMARGO MARCONDES e Raquel Cymrot.

Resumo:
O artigo tem como objetivo analisar as variáveis que influenciam o comportamento da demanda de um produto do setor farmacêutico e mostrar uma aplicação do planejamento de experimentos na tomada de decisões. Para tal, foram estudados dados disponibilizados por um laboratório farmacêutico, aplicando a análise de planejamento de experimentos fatoriais com a ajuda do software Minitab. O estudo sugere um perfil de médico potencial para aumento da demanda e um plano de marketing e visitação aos médicos de acordo com a estratégia competitiva da empresa.

Palavras chaves: Planejamento de experimentos, análise de demanda, tomada de decisões

TN_STO_164_954_19758 - Avaliação do Plano de Ação de Ciência, Tecnologia e Inovação (PACTI 2007/2010)

Autores:
Erika de Andrade Silva Leal.

Resumo:
Este artigo tem como objetivo mostrar a importância do Plano de Ação 2007-2010 - Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional (PACTI) para o desenvolvimento de C,T&I no Brasil. Para tanto, serão apresentados e discutidos os quatro eixos estratégicos do Plano e os resultados preliminares advindos do PACTI até 2009. Ademais, para conclusão do presente trabalho serão apresentados os dois desafios principais a serem enfrentados pelo país para que C,T&I de fato possa ser ampliada e contribuir para o desenvolvimento nacional, quais sejam a implementação e realização de ajustes nos instrumentos legais existentes e profissionalização de recursos humanos e instituições voltadas para trabalhar com ativos intangíveis.

Palavras chaves: Ciência, Tecnologia e Inovação, e Plano de Ação 2007/2010

TN_STO_164_954_19850 - KIBS COMO AGENTES DE INOVAÇÃO: MAPEAMENTO E ANÁLISE DA LITERATURA

Autores:
Maurilio Tiago Bruning Schmitt, Pierry Teza, Patricia Fernanda Dorow, Gertrudes Aparecida Dandolini e Aline Franca de Abreu.

Resumo:
Os serviços empresariais intensivos em conhecimento (KIBS), referem-se a serviços que são prestados às organizações e que são intensivamente baseados em conhecimento. Esses serviços estão diretamente relacionados à inovação, tanto internamente nas empresas prestadoras de KIBS, quanto no ambiente externo, servindo como agentes de conhecimento e inovação. O objetivo central do artigo foi abordar o papel de KIBS como agentes de inovação, contribuindo na justificativa de sua importância como tal. Para isso realizou-se um levantamento dos trabalhos em quatro bases de dados (Scopus, Web of Knowledge, EBSCO, Engineering Village) em seguida foi realizada a análise bibliométrica daqueles que relacionam KIBS com a inovação. Finalmente, foram analisados os trabalhos centrados em KIBS como agentes de inovação. Como resultado verifica-se que KIBS são importantes agentes de conhecimento e consequentemente inovação. Nesse sentido é preciso superar as barreiras encontradas para disseminar seu uso.

Palavras chaves: KIBS, Serviços Empresariais Intensivos em Conhecimento, Agentes de Inovação

TN_STO_164_954_19854 - INOVAÇÃO EM PEQUENAS EMPRESAS E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO LOCAL

Autores:
ALTINA SILVA OLIVEIRA e Manuel Antonio Molina Palma.

Resumo:
O objetivo deste artigo é identificar as inovações nos produtos, possessos, organizacionais e em marketing introduzidas por pequenas empresas, associando o processo de inovação e o desenvolvimento econômico local. O foco de análise da pesquisa são as confecções de Raposo, sétimo distrito de Itaperuna-RJ. Para alcançar o objetivo proposto foi realizado um estudo multicasos, em três empresas da localidade. Os resultados encontrados parecem indicar que as inovações desenvolvidas nessas empresas geram benefícios para os atores locais e visibilidade da região no cenário econômico. O que comprova a importância da micro e pequena empresa no desenvolvimento local de regiões periféricas e interioranas.

Palavras chaves: desenvolvimento; inovação; pequenas empresas.

TN_STO_163_953_19889 - ANÁLISE DA CORRELAÇÃO DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA ENTRE ECOLOGIA INDUSTRIAL E ARRANJOS PRODUTIVOS EM PERIÓDICOS NACIONAIS E INTERNACIONAIS

Autores:
Adriana V. Saraceni, Luis Mauricio Resende e Pedro Paulo de Andrade Junior.

Resumo:
A Ecologia Industrial é uma área de pesquisa emergente no campo científico, principalmente em soluções de Engenharias. Este trabalho teve como objetivo central verificar a produção científica dos estudos sobre a Ecologia Industrial correlacionados com os Arranjos Produtivos em periódicos nacionais e internacionais, com vistas em identificar a evolução do tema e oportunidades de continuidade da pesquisa. Para atingir a proposta, realizou-se como procedimento metodológico uma revisão da literatura baseada na bibliometria, nos bancos de dados Capes e Scielo, entre os anos de 2000 a 2011. Os resultados obtidos apontaram que o campo da Ecologia Industrial correlacionado com os Arranjos Produtivos ainda é profícuo de estudos, no entanto verifica-se uma ascendência de estudos que correlacionam os temas. Diante das verificações iniciais, percebe-se interesse por parte das publicações e dos pesquisadores em aprofundar suas questões de pesquisa nessa área. A presente pesquisa identificou ainda novas palavras-chave e oportunidades de pesquisa a serem aprofundadas, possibilitando a continuidade do estudo dentro das Engenharias.

Palavras chaves: Ecologia Industrial, Arranjos Produtivos, Revisão bibliométrica

TN_STO_163_953_19912 - Cooperação como forma de obtenção de vantagens competitivas por meio da estruturação do Arranjo Produtivo Local: estudo de caso APL Mineral Paraíba

Autores:
Francisco de Tarso Ribeiro Caselli, Thalita Christina Brandao Pereira da Silva, Geraldo Alves Colaco e Maria de Lourdes Barreto Gomes.

Resumo:
Diante da reestruturação e incerteza do mercado os governos desenvolvem programas para promoção do desenvolvimento sócio-ecômico, fomentando um estado mais aperfeiçoado da estrutura da planta econômica nacional por meio da elaboração de políticas públicas. Nesse intuito, o governo busca fortalecer a atividade de mineração na Mesorregião do Seridó Paraibano por meio da formação do APL Mineral Paraíba, cujo programa se encontra em fase de consolidação. Este artigo faz um estudo empírico junto ao setor de Mineração da Mesorregião do Seridó Paraibano enfocando a obtenção de vantagens competitivas por meio da estruturação do referido APL a partir da visão dos seus integrantes. Os Cooperados vêem como principais ganhos, que serão alcançados através da formação do APL, a agregação de valor ao produto, eliminação do atravessador, aumento da competitividade por meio da inovação tecnológica, e redução dos custos. O estudo aponta que o APL Mineral PB apresenta um significativo potencial de contribuição para promoção do desenvolvimento local.

Palavras chaves: Cooperação, Arranjo Produtivo Local, Mineração.

TN_STO_164_955_19941 - A LEI DO BEM COMO INSTRUMENTO DE FOMENTO À P&D: ANÁLISE DOS RESULTADOS NA REGIÃO NORTE (2006-2010)

Autores:
Moises Israel Belchior de Andrade Coelho.

Resumo:
O objetivo deste trabalho é apresentar os resultados relacionados as políticas de incentivos à P&D na região norte, mais especificamente, a Lei do Bem. Os resultados apontam para um aumento significativo do número de empresas que passaram a utilizar os incentivos fiscais para fomento à P&D no Brasil e no caso dos estados estudados (Amazonas, Pará e Tocantins) apresentam-se os resultados de 2006 a 2010. As considerações finais reforçam a urgência da necessidade de se repensar entre outras coisas o modelo do Polo Industrial de Manaus, principalmente, em relação ao tema inovação.

Palavras chaves: Inovação, P&D, Lei do Bem, Amazonas, Pará, Tocantins

TN_STO_163_950_19962 - Estudo de viabilidade da prática de outsourcing da função de PCP nas indústrias

Autores:
LEANDRO GAMA DOS SANTOS RAMOS, Luis Felipe Pena Lantos e Pedro Marques Louback.

Resumo:
Foi estudada a aceitação da terceirização das atividades de Planejamento e Controle da Produção em diversos setores da indústria. No mesmo foram apresentadas a motivação e a justificativa para a realização dos mesmos, assim como a metodologia empregada para sua elaboração. Foi feita uma revisão bibliográfica sobre os principais temas relativos ao projeto sendo estes divididos em três partes: sistemas de planejamento e controle da produção, Outsourcing e terceirização de manufaturas. Foram realizadas então duas formas de coleta de dados: aplicação de questionários pela internet e a aplicação de entrevistas semi-estruturadas, ambas com os responsáveis pelo PCP das empresas. A partir dos dados coletados, foi feita uma análise, onde as informações foram cruzadas e então se pode discutir as hipóteses levantadas no início do projeto e as considerações tomadas durante as entrevistas. Após a fase de reflexão, chegou-se ao objetivo final do projeto, no qual se concluiu que o serviço proposto teria uma boa aceitação no mercado.

Palavras chaves: Planejamento e Controle da Produção, terceirização, estratégia, estratégia de operações

TN_STO_164_954_20029 - INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO NORDESTE: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO BASEADO NO PORTO DE SUAPE/PE

Autores:
Fredy Bezerra Carneiro e Luciana Gondim de Almeida Guimaraes.

Resumo:
Complexos portuários são loci de desenvolvimento, proporcionam economias de escala, de escopo, empregos e renda. Assim, portos, fábricas, prestadores de serviços e uma logística integrada proporcionam vantagens para as redes que se formam. Esta pesquisa teve como objetivo descrever os elementos do fator crítico de sucesso inovação, para desenvolver a área de influência do Complexo Industrial Portuário de Suape (CIPS) em Pernambuco. Empresas, governos, instituições de pesquisa e ensino formarão um sistema produtivo local e contribuirão para o desenvolvimento da área de influência do CIPS com a produção de inovações. O estudo foi realizado com dez respondentes envolvidos com o trabalho, a educação portuária e governos; é exploratório e qualitativo. Os principais achados apontam para a criação de inovações relacionadas a integração dos transporte, maximização dos equipamentos portuários, desenvolvimento de fontes alternativas de energia, desenvolvimento de capital social e intelectual para lidar com conhecimentos e experiências novos na região. São limitações a quantidade de entrevistados, de não explorar as relações de poder e política entre as organizações e o uso da entrevista como instrumento de coleta de dados. As principais implicações são estabelecer elementos para estudos acadêmicos, para que governos e empresas planejarem políticas integrativas entre municípios e estados da região, e proporcionar inspiração para que IES e outras entidades formem alianças estratégicas visando produtos e serviços novos. O estudo é dos únicos que trata inovação como fator para crescimento de emprego e renda e desenvolvimento social a partir do CIPS.

Palavras chaves: Porto de Suape, desenvolvimento social, inovação

TN_STO_163_952_20040 - Modelo para Análise de Ativos Intangíveis na Composição de Dados em Sistemas de Informação Gerenciais

Autores:
Filipe Baptista Pires, Marcos Arzua Barbosa e Aluisio dos Santos Monteiro Junior.

Resumo:
Sistemas de informação gerenciais utilizam dados quantitativos para geração de inteligência competitiva. Apresentamos um protótipo desenvolvido em planilhas para análise de segmentos em que fatores de subjetividade influenciem as tomadas de decisão, conceituando um modelo para manipulação de dados estratégicos intangíveis, combinando síntese fuzzy, matriz de viabilidade e modulação estrutural do Balanced Scorecard (BSC), elaborados para adoção por pequenas e médias empresas. Assim, obteve-se o Índice de Gestão de Portfólio (Igp), permitindo a compreensão do potencial de produtos e seus efeitos junto aos stakeholders a partir de plataforma única.

Palavras chaves: Informação gerencial. Ativos intangíveis. Inteligência empresarial.

TN_STO_163_952_20133 - Os Esforços de Inovação e os Indicadores de Desempenho da Firma

Autores:
Fernanda Lazzari e Rodrigo Eduardo Bampi.

Resumo:
Os recursos da firma, uma vez que sejam capazes de gerar valor, irão promover uma vantagem competitiva da mesma em relação às concorrentes, a qual irá se desenvolver em nível macro, por meio da qualidade superior, eficiência inovações; e em nível micro, através de uma performance financeira superior. O estudo observou se os esforços de inovação realizados pelas firmas brasileiras de capital aberto estão alinhados com uma performance superior das mesmas. Os resultados mostram que os indicadores ROE e ROA apresentaram diferença entre os grupos das firmas "Inovadoras" e "Sem Inovação.

Palavras chaves: Inovação, performance financeira, vantagem competitiva

TN_STO_164_955_20145 - Utilizando os fundamentos do COBIT 4.1 para avaliação da gestão da tecnologia de informação em uma Instituição Federal de Ensino Superior

Autores:
LUIZ CLAUDIO DIOGO REIS e Ilda Maria de Paiva Almeida Spritzer.

Resumo:
Na Sociedade da Informação, o uso de os recursos de Tecnologia de Informação (TI) tem-se configurado como um instrumento essencial para a implementação das estratégias organizacionais. Todavia, para que esse processo ocorra de forma eficiente e eficaz faz-se necessário alinhar o planejamento estratégico de TI ao planejamento organizacional. Dessa forma, um efetivo gerenciamento dos recursos e dos processos de TI em uma organização assume um papel relevante para o atingimento das diretrizes e objetivos de negócio. Nesse contexto, a partir da revisão bibliográfica sobre os fundamentos de TI aplicados às organizações, compreendendo os processos de planejamento, gestão e governança de TI, esse artigo teve como objetivo avaliar a gestão da tecnologia de informação no Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca - CEFET/RJ utilizando as boas práticas de TI estabelecidas no framework COBIT 4.1. O estudo de caso foi desenvolvido sob a forma de uma pesquisa participativa. Os dados foram coletados utilizando um questionário estruturado e entrevistas com os gestores, técnicos e analistas que atuam na área de TI da instituição. O diagnóstico foi realizado a partir de uma análise qualitativa e descritiva das informações. Comparado às diretrizes preconizadas no COBIT 4.1, o resultado da pesquisa, evidenciou a existência de lacunas e deficiências na gestão dos processos de TI na instituição. Como consequência, o CEFET/RJ não mantém processos estruturados de planejamento estratégico de TI, de gerenciamento de riscos e de segurança da informação, de gestão de projetos, de capacitação técnica de pessoal, de manutenção da infraestrutura, de gerenciamento de mudanças, incidentes e problemas e de governança, conforme previsto no COBIT 4.1. Espera-se que os resultados dessa pesquisa sejam utilizados pela direção do CEFET/RJ como insumo para o planejamento estratégico de TI na instituição. O cenário atual requer o estabelecimento de ações estruturantes para a implementação de melhorias nos processos de natureza tecnológica, considerando o baixo nível de maturidade diagnosticado.

Palavras chaves: Tecnologia de informação, governança da tecnologia de informação, Planejamento estratégico, Instituição de ensino superior

TN_STP_163_952_20170 - ESTRATÉGIA DE PRODUÇÃO E SUA RELAÇÃO COM UNIDADES DE NEGÓCIO DESENVOLVIDAS PARA GESTÃO DO CANAL DE DISTRIBUIÇÃO

Autores:
Rosnaldo Inacio da Silva, Felipe Fehlberg Herrmann e Francisco Cezar dos Reis Leal.

Resumo:
O setor calçadista brasileiro está presenciando significativas mudanças em suas dimensões competitivas, muito devido à entrada de novos players. A competição global e a redução na articulação do cluster impõem duros obstáculos às indústrias que competem por custos. As empresas que se apóiam na competição por diferenciação, não ficam imunes à investida de competidores globais e do avanço da indústria asiática. Neste trabalho, analisa-se a estruturação e a criação de uma unidade estratégica de negócios de varejo em uma organização industrial. A metodologia utilizada é estudo de caso exploratório. Operacionalizado com entrevistas (semiestruturadas), visita de campo e análise documental, com o propósito de mensurar a geração de ganho oferecida pela nova unidade de negócio dentro da organização avaliada. Como resultado apresenta-se os impactos da adoção da estratégia de criação do canal próprio de distribuição, focando a influência da unidade de negócio, varejo, na performance do negócio e na sustentação da estratégia por diferenciação. Constituem limitações deste trabalho à observância dos resultados da indústria, implicando na falta de compreensão dos resultados junto aos franqueados e na problemática do conflito de canais que envolvem a estratégia.

Palavras chaves: Estratégia; Unidade Estratégica de Negócios; Distribuição;

TN_STO_163_951_20203 - Progresso Tecnológico e Modernização da Agricultura: Evidencias para os Municipios de Goias

Autores:
Luciana Carvalho, Julio Cesar Valandro Soares e Lie Yamanaka.

Resumo:
Na década de 1950 iniciou-se, no Brasil, o processo de modernização do campo, que se acentuou a partir da década de 1960, principalmente nas regiões Sul e Sudeste e expandiu para outras regiões, sobretudo a partir da década de 1970. Assim, o espaço agrário brasileiro passou por significativas mudanças nas últimas décadas. Desta forma, o objetivo do trabalho consiste compreender como o progresso técnico influenciou a modernização na agricultura de Goiás. Foram utilizados dados por municípios do censo Agropecuário de 2006. Em seguida, foi realizado um recorde geográfico na região do sudeste de Goiás, e o agrupamento dos municípios de acordo com os fatores de modernização. Os resultados sugerem que embora alguns municípios apresentem altos graus de modernização, existe um diferença substancial entre os indicadores dos municípios. A partir da análise de cluster, verifica-se que Rio Verde e Jataí formam um agrupamento e apresentam um grau de modernização diferenciado dos demais municípios da microrregião sudeste.

Palavras chaves: Tecnologia, Análise multivariada, Agricultura

TN_STO_163_953_20207 - AUTOGESTÃO COOPERATIVISTA: AVALIAÇÃO DA MATURIDADE GERENCIAL DAS ORGANIZAÇÕES COOPERATIVISTAS AGROINDUSTRIAIS DO ESTADO DE MATO GROSSO

Autores:
Adauto Farias Bueno e Carlos Alexandre Veronezi Ribeiro.

Resumo:
A busca pela sociedade de novos modelos de organizações mobilizou pessoas e esforços nos dois últimos séculos para a discussão e prospecção de soluções alternativas de produção e gestão que promovessem o fator de produção trabalho e a sustentabilidade social, assim como princípios alicerçados na colaboração mútua, na autogestão, na solidariedade, troca de conhecimento e educação, a esse movimento denominou-se Economia Solidária. No seio desse movimento um novo tipo de forma organizacional, denominado Cooperativismo emergiu, ganhando força e dinamismo ao longo desses dois séculos de mudanças nos paradigmas organizacionais, representando na atualidade, uma alternativa para o fortalecimento de unidades de produção fragilizadas no sentido de inserção no padrão de concorrência global. No Brasil, um país com forte dependência do setor agropecuário, o cooperativismo representa um das principais formas organizacionais na qual estão arranjadas milhares de unidades produtivas, nas mais variadas cadeias de produção ao longo do território nacional. As cooperativas agropecuárias formam hoje o segmento economicamente mais forte do cooperativismo brasileiro, sendo um dos ramos com maior número de cooperativas e cooperados no Brasil, responsáveis por 37% do PIB agropecuário. Esses resultados decorrem da profissionalização na gestão das cooperativas e ainda a recuperação do crescimento no período pós-crise passado pelo país em 2008, situação que se reflete no estado de Mato Grosso de forma intensa, por configurar sua matriz de produção em commodities agropecuárias. Diante desse contexto a presente pesquisa procurou explorar a real situação e desenvolvimento do gerenciamento dessas cooperativas, através de um estudo de múltiplos casos, aferindo através da aplicação de questionários e entrevistas guiados pelo modelo CMMI a maturidade gerencial de cada uma das 4 cooperativas participantes do estudo e assim analisar padrões e evidências que revelem os estágios em que se enquadra cada organização. Os resultados apontam um padrão intermediário de maturidade para as cooperativas pesquisadas, nível CMMI igual a 3, em uma série de estágios evolutivos que vão de 1 a 5, implicando na necessidade de adoção e implementação de melhores práticas que conduzam essas empresas rumo a integração/colaboração funcional e externa, no sentido de proverem vantagens competitivas e sustentabilidade do negócio, via evolução da maturidade gerencial e consequentemente organizacional.

Palavras chaves: Cooperativismo, CMMI, Maturidade Gerencial, Agroindústria

TN_STO_163_953_20298 - ESTRUTURA PARA COOPERAÇÃO DE REDES INTERORGANIZACIONAIS DO TURISMO: UMA PROPOSIÇÃO GENÉRICA

Autores:
Elisete Santos da Silva Zagheni e Elaine Santos da Silva.

Resumo:
O presente artigo tem o objetivo de apresentar uma estrutura de cooperação para redes interorganizacionais do turismo. Tal proposta permitirá o fortalecimento de iniciativas de cooperação das Regiões Turísticas que já estão estabelecidas por meio do Programa de Regionalização do Turismo (PRT) - Roteiros do Brasil, bem como das demais localidades, embora não contempladas pelo Programa, mas que buscam uma maior integração entre os atores de sua rede turística. A pesquisa caracteriza-se como descritiva com abordagem qualitativa e consiste num levantamento caracterizado como teórico, assumindo-se uma perspectiva crítica de análise da realidade brasileira no âmbito do turismo. Considerou-se, ao propor uma estrutura de cooperação para as localidades de uma forma geral, que muitas lacunas deixadas pelo PRT precisam ser preenchidas. Embora as tentativas para constituição de redes venham ocorrendo essencialmente induzidas para atender o PRT, o entendimento e participação de todos os atores nesta ordenação ainda são parciais.

Palavras chaves: Estrutura, Redes interorganizacionais, Turismo

TN_STO_163_952_20330 - Compras Coletivas na Internet: Uma Análise das Percepções dos Consumidores

Autores:
Joao Antonio da Rocha Ataide, Manuela Vieira Cerqueira e Antonio Carlos Silva Costa.

Resumo:
Os empresários buscam de todas as formas possíveis com a certificarem-se de que o consumidor irá escolher o seu produto ou o seu serviço. Ao vivenciar a evolução tecnológica com as condições apresentadas e o mundo virtual incorporando o papel de facilitar a vida dos usuários, os donos de empresas precisam se moldar a essa realidade digital. O comportamento dos compradores está se modificando e centenas de pessoas utilizam a internet como solução para realizar suas atividades rotineiras. O número de internautas cresce e a internet torna-se oportunidade para efetuar compras, de forma cômoda, facilitada e com baixo custo. Com isso, as empresas estrategicamente passaram a utilizar os meios on-line para mostrar o que têm de melhor. A compra coletiva, por sua vez, é um meio que os empresários possuem de relacionar seus empreendimentos com pessoas adeptas à internet e advindas de gerações mais novas. Através das compras coletivas os preços ficaram mais acessíveis às pessoas, que passaram a obter experiências inéditas. Inventada por Andrew Mason no ano de 2008, a compra coletiva se iniciou nos Estados Unidos através do site Groupon e se expandiu pelo mundo conquistando novos admiradores, interessados em consumir produtos em um ambiente que democratiza os preços. Ao realizar um grupo de foco com a participação de 11 pessoas entre 18 e 26 anos, essa pesquisa buscou retratar pontos positivos e negativos e a visão geral acerca das compras coletivas segundo os consumidores participantes. No que tange as vantagens desse modelo de negócio, os entrevistados revelaram que o principal motivo para usufruir das compras coletivas é o preço. Outros motivos relevantes citados foram: Facilitar a acessibilidade de pessoas de renda mais baixa a determinados produtos, oportunizar novas experiências e divulgar empresas e marcas. Por outro lado, no que tange a alguns malefícios das compras coletivas, os mesmos se resumiram em: excesso de e-mails de produtos ou serviços repetidos nas caixas postais eletrônicas das pessoas; a ausência de produtos básicos como roupas e combustível nas promoções; a falta de compatibilidade entre as especificações do produto e a realidade vivenciada pelo consumidor ao chegar ao ponto de venda; fotos enganadoras; pouca capacidade dos estabelecimentos para atender uma grande quantidade de pessoas procedentes das compras coletivas; mau atendimento por parte dos garçons; entre outras situações. Além dos aspectos positivos e negativos, algumas recomendações partiram do processo de análise de discurso sobre os dados coletados, referentes à melhorias para o método, como, por exemplo, eliminar o trade-off entre a qualidade e o preço dos produtos ofertados, segmentação do público-alvo de acordo com o sistema de cadastro do site e subdividir os endereços eletrônicos por produtos e serviços.

Palavras chaves: Compras Coletivas, Comércio Eletrônico, Marketing

TN_STP_163_950_20402 - Decisões de Terceirização do Mix de Produção de uma Empresa sob a Ótica da Pesquisa Operacional

Autores:
Roberto Portes Ribeiro e Bianca Jupiara Fortes.

Resumo:
As organizações trazem consigo um ambiente inconstante, com um elevado fluxo de informações, oportunidades e ameaças, onde os recursos que dispõem frequentemente são limitados. Esse ambiente faz com que seus gestores se deparem com situações constantes de decisões estratégicas nas operações. Deste modo, este estudo foi realizado em uma indústria metal-mecânica de pequeno porte localizada ao norte do estado do Rio Grande do Sul, abordando um problema pertinente ao setor de produção, referente à decisão do mix de produtos que deveriam ser produzidos ou terceirizados por essa indústria, fazendo-se necessário atender a demanda de seu mercado consumidor ao menor custo possível. Para tanto, foi aplicado a técnica da Programação Linear, a qual é inserida no campo da Pesquisa Operacional. Elaborou-se assim um embasamento teórico sobre os temas tratados, seguido de modelagem matemática do problema em uma planilha eletrônica e utilização da ferramenta Solver do BrOffice.org Calc. Apresenta-se assim a resolução deste problema operacional na organização estudada, que serviu de suporte à tomada de uma decisão que atende a demanda ao menor custo, e evidencia como o método da Programação Linear pode ser utilizado como uma peça chave na solução de problemas do tipo fazer ou comprar em uma empresa de pequeno porte.

Palavras chaves: Programação Linear, mix de produção, terceirização

TN_STO_164_955_20408 - O PAPEL DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) NA INTEGRAÇÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS E O IMPACTO NO DESEMPENHO

Autores:
Claudia Aparecida Mattos e Fernando Jose Barbin Laurindo.

Resumo:
A gestão da cadeia de suprimentos (SCM) pode ser considerada uma fonte de vantagem competitiva e cada vez mais as organizações buscam a integração interna e externa para uma gestão eficaz e coordenada. Assim, o objetivo deste presente estudo consistiu em analisar o papel da Tecnologia da Informação na integração da cadeia de suprimentos através de três direções: fornecedores, clientes e integração interna, tendo em vista a percepção de desempenho por parte dos gestores em empresas de manufatura. A metodologia foi baseada na revisão da literatura e método quantitativo. Trabalhou-se com a modelagem de Equações Estruturais para analisar a relação causal da integração da cadeia e percepção de desempenho por parte dos gestores. O estudo foi feito com empresas de grande e médio porte do setor de manufatura. Este estudo sugere que os melhores resultados (medido pelas variáveis custo, agilidade, satisfação do cliente e baixos níveis de estoques) podem ser alcançados, inicialmente, por uma integração interna. As aplicações de TI voltadas para integração externa não apresentaram impacto positivo no desempenho da empresa. Conclui-se que a eficácia da integração da cadeia de suprimentos depende do nível que integra as operações internas e externas

Palavras chaves: tecnologia da informação, cadeia de suprimentos, integração e desempenho

TN_STP_164_955_20428 - Estudo da Internalização do Conhecimento a partir das Dimensões da Qualidade de Informação - Estudo de caso em SIG's da rede pública hospitalar

Autores:
Onildo Ribeiro de Assis II e Maria de Lourdes Barreto Gomes.

Resumo:
Os hospitais são organizações em que a informação tem uma importância especial, onde boa parte do trabalho dos profissionais de saúde está relacionado à manipulação da informação, onde a confiabilidade, a disponibilidade e a integridade dos dados vão contribuir para a qualidade do atendimento ao paciente e para uma melhor gestão do hospital. Desta forma, este estudo analisa o processo de internalização do conhecimento verificando se as informações repassadas, através do uso dos sistemas de informações gerenciais utilizados nos hospitais, são transformadas em conhecimento e se reflete a realidade da organização. Para atingir os objetivos propostos, seguiu-se uma sistemática de exploração em três segmentos: revisão bibliográfica, pesquisa de campo e análise dos resultados. Para a realização desta pesquisa, buscou-se estabelecimentos da rede pública localizados na cidade de João Pessoa - PB e com sistemas de informações gerenciais em modo ativo. A coleta de dados realizou-se através de entrevista realizada com coordenadores dos setores em que o sistema atua. A partir da análise das dimensões relacionadas à qualidade da informação, identificou-se como principal resultado, que as informações geradas pelos softwares podem não refletir a realidade ou não a representar por completo. Entre as diversas sugestões para melhoria do processo de internalização, destaca-se como melhorias para o sistema: integração dos diversos módulos existentes no SIG; atuação do sistema como vínculo de comunicação estratégica e aprimoramento do acesso à informação com interfaces amigáveis. Como sugestão para práticas de uso, destaca-se o incentivo a interações intra e inter equipes; disseminação de uma cultura de comprometimento e harmonia entre os funcionários, com o intuito de que compartilhem conhecimento com os demais; além da busca pela sensibilização e compromisso dos profissionais sobre a importância dos sistemas de informação, atuando principalmente em relação à falta de capacitação/treinamento no uso do sistema de informação.

Palavras chaves: Internalização do Conhecimento. Qualidade da Informação. SIG.

TN_STO_163_952_20502 - Recursos estratégicos e internacionalização: estudo de múltiplos casos no setor metal-mecânico da serra gaúcha

Autores:
Roberto Birch Goncalves e Guilherme Bergmann Borges Vieira.

Resumo:
As realizações de negócios internacionais das organizações as colocam diante de desafios e situações de alta complexidade e hipercompetição (VOLBERDA, 1996), uma vez que a dinamicidade dos mercados provenientes tanto do desenvolvimento de técnicas e metodologias de gestão inovadoras quanto das medidas governamentais, fruto de reorganizações geopolíticas, assim impõe. Desse modo, o sucesso empresarial está profundamente conectado aos recursos e capacidades que a empresa dispõe e da forma pela qual eles são coordenados. No entanto, nem todos os recursos disponíveis possuem os atributos que lhes conferem o grau de estratégicos - não serem facilmente substituíveis, imitáveis, apresentarem valor para a organização e raridade (BARNEY, 1991). Nesse sentido, as empresas precisam entender claramente quais de seus recursos e capacidades estão relacionados ao sucesso na atuação nos mercados mundiais e com que intensidade isso ocorre. Nesse contexto, é necessário considerar não apenas a identificação dos recursos estratégicos, mas seu desenvolvimento, evolução e ciclo de vida para que não haja a perda da capacidade competitiva. O presente artigo tem como objetivo estudar os recursos estratégicos e sua utilização pelas empresas, objetivando contribuir para o entendimento dos fatores que fundamentam o desempenho das mesmas nos negócios internacionais à luz das teorias da Visão Baseada em Recursos (RBV), da Capacidade Absortiva (ACAP) e da path dependence. A análise dos diferentes modelos e teorias contemporâneos, juntamente com os resultados obtidos com o desenvolvimento do estudo, permite concluir que a ACAP e os eventos históricos são fundamentais para que os recursos se modifiquem durante o processo de internacionalização das empresas, perdendo ou obtendo atributos que os tornem estratégicos. Portanto, os recursos estratégicos devem ser estudados por serem elementos importantes na formulação e implementação de estratégia de negócios internacionais e no desempenho das empresas no contexto internacional.

Palavras chaves: Internacionalização, visão baseada em recursos, capacidade absortiva, recursos estratégicos

TN_STP_163_953_20526 - Cooperação empresarial: a utilização da cronoanálise na formação e no funcionamento de uma rede interorganizacional

Autores:
HILTON FREIRE DO NASCIMENTO, Marcos Macri Olivera, IAPONYRA AFONSO QUERINO ALVES e Daniel Rodrigues Marques.

Resumo:
A cooperação empresarial, via formação de alianças e parcerias de empresas, tem obtido destaque dentre as alternativas existentes para enfrentar mercados competitivos dinâmicos e mutáveis. Esse cenário de possibilidades de associação em rede exige, por sua vez, atuações dos sistemas de gestão e ferramentas operacionais, como a cronoanálise, alinhadas aos objetivos de tal associação. Constituindo-se num estudo descritivo e qualitativo, o presente artigo relata um caso de cooperação empresarial, focando o papel da cronoanálise na formação e no funcionamento de uma rede interorganizacional do tipo top-down. O estudo foi realizado em uma rede da indústria de vestuário localizada no Nordeste. Realizados os procedimentos metodológicos - pesquisa bibliográfica, aplicação de entrevistas e observação não-participante dos pesquisadores - identificou-se a atuação da cronoanálise dentro do processo da fabricação verificando que a empresa-mãe, fornecedora da rede, a utilizou como instrumento de planejamento e organização da mesma, oferecendo suporte técnico às contratadas desde sua constituição e colaborando com o seu funcionamento através de uma filosofia de parceria operacional. Conclui-se pela necessidade de um planejamento prévio que possa minimizar os efeitos dessa ferramenta em termos de deslocamento de volumes produtivos entre os participantes da rede.

Palavras chaves: Cooperação empresarial; Cronoanálise; Redes interorganizacionais; Indústria de vestuário.

TN_STO_164_954_20528 - Tipologia de inovação: um estudo empírico em um hospital universitário

Autores:
Lucinea Bueno dos Reis Takahashi, Claudio Reis Goncalo, Pierry Teza, Joao Artur de Souza e Aline Franca de Abreu.

Resumo:
Em decorrência do cenário competitivo global contemporâneo, a inovação em serviços é um tema que merece ser pesquisado em maior abrangência. Nesse sentido a pesquisa teve como objetivo contribuir para o entendimento da inovação no contexto hospitalar por meio da identificação dos tipos de inovações realizadas em um hospital universitário. Sendo a inovação norteada pela habilidade de fazer relações, de visualizar oportunidades, nas instituições hospitalares esta age como meio de melhorar a qualidade e segurança dos serviços oferecidos para a população. Para alcançar o objetivo proposto, optou-se pela abordagem qualitativa de natureza exploratória. O estudo iniciou-se através de pesquisa bibliográfica com base na literatura nacional e internacional referente ao tema inovação, tipos de inovação e inovação em serviços. Após o levantamento bibliográfico foram realizadas as entrevistas com os gestores do hospital, por meio de um roteiro semiestruturado. O resultado da pesquisa mostrou uma forte relação entre inovações em serviços e inovações em processo, sugerindo que inovações em serviço, necessitam de inovações em processos para serem implementadas.

Palavras chaves: Inovação, hospital, tipologia

TN_STP_163_952_20578 - MUDANÇA E ADAPTAÇÃO ESTRATÉGICA NUMA EMPRESA FAMILIAR DO RAMO DA SAÚDE A PARTIR DE UMA VISÃO DAS ECOLAS DE FORMAÇÃO DE ESTRATÉGIA

Autores:
Tais Machado Pozza Fucks, Jorge Oneide Sausen, lizandra forgiarini e Alan Murilo da Silva.

Resumo:
A finalidade principal deste estudo é estabelecer um diálogo entre a adaptação estratégica e a experiência no Laboratório Clinisul, de análises clínicas, localizado em Santo Ângelo/RS, identificando e analisando as estratégias envolvidas nas mudanças organizacionais, à luz das ações empreendidas pelos sócios gestores com o objetivo de verificar os tipos de estratégias que o laboratório utilizou em cada processo de mudança de acordo com a análise do conteúdo, contexto e processo das mesmas. A investigação caracteriza-se como estudo de caso de natureza qualitativa. A empresa destaca-se em seu município pela inovação, credibilidade e crescimento sólido. Para a realização desta pesquisa foram utilizadas entrevistas e pesquisas bibliográficas. A construção do trabalho foi procedida por meio de um estudo de caso do tipo descritivo, histórico e interpretativo. Através de uma visão das escolas de formação de estratégia, tornou-se possível relacionar as estratégias tomadas pelos proprietários com a teoria. Abstract: The main purpose of this study is to establish a dialogue between strategic fit and experience in Clinisul Laboratory, clinical analysis, located in San Angelo / RS, identifying and analyzing the strategies involved in organizational change, in light of actions taken by the managing partners purpose of verifying the types of strategies that the laboratory used in each process of change according to the analysis of the content, context and process them. The research is characterized as a case study of qualitative nature. The company stands out in your community through innovation, credibility and solid growth. For this research we used interviews and literature searches. The construction work was performed through a case study is a descriptive, historical and interpretive. Through a vision of schools of strategy, it became possible to relate the strategies adopted by the owners with the theory.

Palavras chaves: ADAPTAÇÃO ESTRATÉGICA, EMPRESA FAMILIAR, MUDANÇA

TN_STP_163_952_20604 - Desenvolvimento e validação de uma escala para avaliar o relacionamento entre jogadores e os jogos do Nintendo Wii

Autores:
Leonardo Studart Batelli e Gisela Demo.

Resumo:
O marketing de relacionamento mostra-se uma relevante fonte de vantagem competitiva em um cenário de forte competitividade, como ocorre no setor de jogos eletrônicos. Este trabalho objetivou desenvolver uma Escala de Relacionamento com Clientes (ERC) de Jogos do Nintendo Wii. Os jogadores da amostra percebem seu relacionamento como moderadamente positivo e mostraram-se satisfeitos principalmente com a jogabilidade e o modo multijogador, dois dos conceitos centrais dos jogos do Wii e do próprio console. O instrumento obteve bons índices psicométricos, o que o torna uma importante ferramenta de diagnóstico e contribui para o aprofundamento dos estudos acerca do marketing de relacionamento.

Palavras chaves: Marketing de relacionamento, CRM, Jogos Eletrônicos

TN_STP_163_952_20615 - NÍVEL DE SERVIÇO LOGÍSTICO APLICADO AO SETOR DE VENDA DIRETA

Autores:
Bruna Paes Mothe, LARYSSA NUNES DE ALMEIDA, Denise Cristina de Oliveira Nascimento e ailton da silva ferreira.

Resumo:
O trabalho analisou as estratégias utilizadas para o alcance do nível de serviço logístico em uma empresa que atua no setor de venda direta de produtos de beleza, com sede localizada na cidade de São Paulo e revendedores em todo o território nacional. Dentro do conceito da logística empresarial nas suas várias atividades, foi estudado as etapas que envolvem o serviço prestado ao cliente, sendo destacado as seguintes importâncias: ciclo de pedidos, custo em nível de serviço e o impacto causado pelos atrasos no processamento tendo como objetivo principal a satisfação do cliente da empresa em questão. A metodologia aplicada neste estudo analisou as informações diretamente das consultoras por meio de um questionário, em que foi detectado os pontos críticos e favoráveis do nível de serviço da empresa e quais são as principais falhas detectadas pelas mesmas. Os resultados obtidos após as pesquisas podem contribuir para a melhoria na relação entre empresa-cliente, a partir do momento em que a empresa irá ter ciência do que realmente o cliente espera desde a captação até o pagamento do produto fornecido.

Palavras chaves: Logística Empresarial, Nível de Serviço,Satisfação do Cliente, Ciclo de pedidos, Setor Cosméticos.

TN_STP_163_953_20684 - Clusters de Serviços e Análise da Cooperação Entre Empresas do Segmento Financeiro

Autores:
Agostinho Celso Pascalicchio, Virginia do Socorro Motta Aguiar, Carlos Eduardo Tacola Filho e Paulo Roberto Ferres Padilha.

Resumo:
Este trabalho acadêmico tem por objetivo a análise de um cluster de serviços e os impactos para uma empresa do segmento. A competitividade entre empresas tornou acirrada a disputa entre diversos segmentos do mercado, expondo a necessidade das organizações em encontrar novas maneiras de buscar espaço no mundo dos negócios. Nesse processo de disputa de mercado, o surgimento dos clusters foi um meio encontrado pelas empresas, através da cooperação, para sua consolidação. A importância dos clusters na esfera nacional é explicada neste estudo, através da análise de suas facilidades e vantagens competitivas, o que traz grande interesse das empresas em conhecer regiões adequadas para o desenvolvimento em um determinado segmento. Para análise do local de formação de um cluster de serviços financeiros foi realizada uma pesquisa exploratória como estudo preliminar dos objetivos, assim, foram definidos os problemas a serem abordados e as técnicas mais adequadas a serem utilizadas na identificação do aglomerado de empresas de um mesmo setor. Neste trabalho foi realizado também, um estudo de caso baseado em um levantamento de dados quantitativos e qualitativos da cidade de São Caetano do Sul e analisada a formação do cluster de serviços financeiros no local, concluindo que a competitividade entre as empresas em uma região traz impactos positivos para as próprias empresas, para a região e para a população.

Palavras chaves: Clusters, competitividade, negócios

TN_STP_163_952_20686 - O posicionamento competitivo de uma empresa atuante no comércio varejista de artigos esportivos pela ótica de seus clientes

Autores:
Guilherme Bergmann Borges Vieira, Claudio Jose Muller e Francisco Jose Kliemann Neto.

Resumo:
A elevada concorrência em mercados cada vez mais exigentes têm provocado nas empresas uma contínua busca por um melhor posicionamento competitivo. Nesse contexto, o presente trabalho se propôs a analisar o posicionamento competitivo de uma empresa atuante no comércio varejista de artigos esportivos. Para tanto, foram identificados e analisados os atributos competitivos da organização a partir da ótica de seus clientes, com o propósito de avaliar a atuação da empresa, comparativamente à concorrência; identificar padrões de desempenho a serem buscados e estabelecer indicadores de avaliação. Os resultados indicaram que a empresa apresenta um desempenho geral elevado e os atributos que apresentaram maior desempenho percebido pelos clientes foram "prazo de pagamento" e "atendimento". No que se refere à análise estatística, os atributos que apresentaram significância foram "preços", "disponibilidade de produtos" e "atendimento". Tais variáveis, conforme coeficiente de determinação (R2) encontrado na pesquisa, explicam 85,75% da variação da avaliação geral, o que justifica sua relevância. De posse desses resultados, a empresa poderá desenvolver estratégias para cada atributo, estabelecer indicadores de acompanhamento e, com isso, gerar vantagem competitiva a partir da oferta de maior valor ao seu público-alvo.

Palavras chaves: Posicionamento competitivo, atributos, avaliação, varejo de artigos esportivos

TN_STO_164_958_20758 - Proposta e Aplicação de um Modelo de Análise para a Gestão do Conhecimento em Programas de Produção Enxuta

Autores:
Jose Vicente Bandeira de Mello Cordeiro, Anderson Neumann Pelegrino e Alberto Valdecir Muller.

Resumo:
A forma pela qual se dá a aprendizagem e a retenção do conhecimento no chão de fábrica pode ser apontada como a principal dimensão para caracterizar as mudanças paradigmáticas na organização da produção. Se na Produção Artesanal o conhecimento sobre como produzir encontrava-se totalmente nas mãos de seus habilidosos artesãos, o advento da Produção em Massa fez com que praticamente todo o conhecimento significativo passasse para as mãos dos especialistas. O novo paradigma produtivo representado pelos sistemas de Produção Enxuta teria como característica a necessidade de compartilhamento mútuo do conhecimento prático, historicamente possuído pelos operários, com o conhecimento conceitual dos especialistas, viabilizando a realização de melhorias constantes de processo em ambientes onde predominam produtos de alta complexidade e com mudanças frequentes de especificação. No entanto, o conceito taylorista-fordista de que a aprendizagem significativa deve ser exclusividade de especialistas e engenheiros de produção ainda prevalece na maioria das empresas ocidentais constituindo-se em uma barreira para a melhoria contínua e consequentemente para o aumento da competitividade das empresas. Este trabalho apresenta o desenvolvimento de um modelo de análise de base teórica para a Gestão do Conhecimento em Programas de Produção Enxuta. Foi desenvolvido um Estudo de Caso no qual o modelo foi aplicada em uma empresa do setor automotivo localizada na Região Metropolitana de Curitiba. Por meio desta aplicação foi possível identificar as principais lacunas existentes nos processos de Gestão do Conhecimento que se constituíam em barreiras para a efetiva implementação dos princípios fundamentais da Produção Enxuta, bem como propor contramedidas para a remoção destas barreiras.

Palavras chaves: Gestão do Conhecimento, Aprendizagem Organizacional, Organização da Produção, Produção Enxuta

TN_STO_163_953_20766 - Gestão de Redes: Uma análise das práticas de marketing

Autores:
Everaldo Luis Daronco, Daniela Callegaro de Menezes, Margarete Luisa Arbugeri Menegotto e Iraja Doralina Fonseca De Jesus.

Resumo:
A formação de redes de empresas pode surgir de uma necessidade empresarial (não planejada) ou de uma necessidade estratégica (planejada). Sendo assim, a formação de uma rede permite a realização de ações conjuntas facilitando a solução de problemas comuns e viabilizando novas oportunidades. As empresas que integram uma rede conseguem reduzir custos, dividir riscos, conquistar novos mercados, qualificar produtos e serviços e ter acesso a novas tecnologias. Os empresários começam a se organizar em redes para trocar informações e conhecimentos sobre o negócio, desenvolver ações de marketing e facilitar o financiamento a clientes, entre outras maneiras de ganhar vantagens competitivas. A presente pesquisa aborda três redes de Caxias do Sul, município do Rio Grande do Sul que se destaca pela característica empreendedora e possui em média 1 empresa para cada 14,5 habitantes de acordo com o Perfil socioeconômico de Caxias do Sul. Divididas entre micro, pequeno, médio e grande portes, seus empresários atuam nas mais diversas formas de gestão sendo as redes de empresas uma das alternativas adotadas. Desta forma, o objetivo geral é descrever como o marketing é praticado em três redes de cooperação que atuam em Caxias do Sul/RS. Para tanto, a coleta de dados foi por meio de entrevistas em profundidade com um gestor e dois associados de cada rede; a realização de observações de fachada, comunicação visual e ambiente de loja, bem como, a pesquisa documental em documentos gerenciais e materiais de comunicação. Dentre as práticas identificadas, destacam-se a gestão compartilhada de marketing; práticas de endomarketing; preocupação com a imagem da marca; grupos de associados encarregados do marketing; e, responsabilidade nas agências de publicidade.

Palavras chaves: Redes de Cooperação, Marketing

TN_STP_163_950_20772 - REDUÇÃO DE PERDAS NO PROCESSO DE PRODUÇÃO INDUSTRIAL DE PÃES TIPO CAIXA COM ANALISE E APLICAÇÃO DE FERRAMENTAS DA QUALIDADE

Autores:
Robson Seleme, Hanah Paloma dos Santos Aires, Alessandra de Paula e Olga Regina Cardoso.

Resumo:
O consumo dos alimentos estruturados à base da farinha de trigo na área urbana faz parte da rotina da sociedade moderna, onde as ingestões de pães industrializados são referência de alimento completo, rápido e prático. Com o desenvolvimento de tecnologias e equipamentos que revolucionaram tanto a produção agrícola quanto as formas de processamento do produto final, a indústria alimentícia estruturou-se, próximo aos centros urbanos, frente ao mercado ascendente de consumo alimentos processados. Este artigo estruturou-se na tratativa de solução de problemas de qualidade intrínseca do produto, em produção de escala industrial de pães tipo caixa (também conhecido como tipo forma), através da aplicação de ferramentas e técnicas de gestão baseadas na redução de perdas de processo, otimização de custos e por conseqüência, melhoria contínua e a sustentabilidade do negócio no mercado competitivo. O estudo revela que, conjugando-se as ferramentas de gestão da produção (ciclo PDCA), com as técnicas de identificação de problema (Diagrama de Parêto), pode-se conhecer bem o modo de defeito com maior voz incidente na produção, bem como, conhecer claramente os pontos de formação do modo de defeito existente no processo (Brainstorming e FMEA). De tal maneira, a metodologia assim aplicada, norteia a tomada de decisões gerenciais de correção e soluções de problemas com ações que antecipam a exclusão e/ou minimização de falhas imediatas e em potenciais existentes em cada etapa do processo produtivo.

Palavras chaves: Melhoria contínua, otimização de custos, redução de perdas de processo

TN_STP_164_958_20784 - Quem ensina também aprende? Análise da Gestão do Conhecimento em uma Instituição de Ensino Superior

Autores:
Luciana Gondim de Almeida Guimaraes, Fredy Bezerra Carneiro, Francisco Roberto Farias Guimaraes Junior e ANTONIO ODALIO GIRAO DE ALMEIDA.

Resumo:
O objetivo é analisar uma IES a partir do modelo proposto por Nevis, DiBella e Gould. Este modelo é composto de duas partes: sete orientações de aprendizagem e dez fatores facilitadores desta aprendizagem. A interação destas orientações de aprendizagem com os fatores facilitadores geram três estágios: aquisição, disseminação e utilização do conhecimento. Esta pesquisa é qualitativa, com aplicação de entrevistas, observação e análise documental. Identificou-se que a Instituição demanda um sistema de gestão do conhecimento. Os processos precisam ser projetados e orientados para resultados e metas. Há necessidade da criação de banco de dados com informações confiáveis para processo decisório.

Palavras chaves: Gestão do conhecimento; Aprendizagem organizacional; Instituição de ensino superior.

TN_STP_164_958_20838 - ANÁLISE DA CADEIA PRODUTIVA DO SETOR DE BENEFICIAMENTO DE POLPA DE FRUTAS: UMA APLICAÇÃO DO MÉTODO SIMAP

Autores:
Roseane Rodrigues da Silveira e Samira Yusef Araujo de Falani.

Resumo:
As empresas devem cada vez mais buscar se aliar para que possam crescer de forma conjunta diante do competitivo mercado. O compartilhamento de informações objetivando a busca das melhores práticas corroboram com a melhoria do desempenho de toda a cadeia produtiva. É com este intuito que o presente trabalho objetivou aplicar a abordagem do SIMAP - Sistema de Monitoramento de Arranjos Produtivos, para avaliar o desempenho de uma cadeia produtiva de beneficiamento de Polpa de Frutas no estado do Rio Grande do Norte, incentivando o benchmarking entre a cadeia. Os resultados da pesquisa apontam que as empresas analisadas ainda possuem um desempenho abaixo das outras de sua cadeia, mas que podem, com os saldos da pesquisa, buscar melhorar suas práticas.

Palavras chaves: Cadeia de suprimentos; Cadeia produtiva; SIMAP; Sistemas de Informação Gerenciais.

TN_STO_164_957_20839 - Ordenamento de projetos sustentáveis através da utilização de riscos na tomada de decisão multicritério

Autores:
Elton Siqueira Moura, Sibele Thaise Viana Guimaraes Duarte, Carlos Eduardo Durange de Carvalho Infante e Rogerio de Aragao Bastos do Valle.

Resumo:
A Gestão de Projetos exige técnicas e ferramentas capazes de apoiar a tomada de decisão frente aos gestores e órgãos responsáveis. Diante dessa nova demanda por rapidez e eficácia, este artigo se propôs em utilizar a metodologia de apoio à decisão para ordenar e, posteriormente, selecionar projetos específicos. Utilizou-se do Auxílio Multicritério, mais especificamente o método ELECTRE III, para a realização desta análise. A integração de variáveis do Triple Bottom Line (3BL) com limiares de risco também foi considerada na escolha dos critérios, assim como na atribuição dos pesos e prioridades. A conclusão imediata deste trabalho é a maior sensibilidade e certeza de execução de projetos verdadeiramente sustentáveis, selecionados através de uma ferramenta robusta e prática.

Palavras chaves: Sustentabilidade; Riscos; Triple Bottom Line; Auxílio Multicritério; Projetos

TN_STO_164_954_20854 - A INVENÇÃO DO FRECHAL DE PLÁSTICO RECICLADO: UMA ALTERNATIVA DE SUBSTITUIÇÃO DA MADEIRA NA ETAPA DE COBERTURA DE TELHADOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL

Autores:
Suellen Finizola Dantas Maia, RODRIGO DE QUEIROZ NOBREGA, Kepler Trajano de Sousa e Maria de Lourdes Barreto Gomes.

Resumo:
Este artigo faz considerações a um produto alternativo de plástico reciclado, denominado frechal, que poderá substituir o uso da madeira na construção civil, especificamente na construção de casas Unifamiliares, na etapa de cobertura de telhados. É resultado de uma pesquisa do tipo básica e de natureza qualitativa, apoiada em levantamento bibliográfico sobre o tema invenção, inovação e reciclagem de plástico para caracterizar o produto em análise. Os resultados alcançados mostraram que o produto frechal é considerado um invento, considerando a sua função e aplicação no processo construtivo. É um produto ecologicamente correto e poderá, num futuro próximo, substituir o uso da madeira tradicional na construção civil.

Palavras chaves: Invenção, Inovação, Frechal de Plástico Reciclado.

TN_STO_164_954_20874 - DESENVOLVIMENTO DO POTENCIAL CRIATIVO: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA SISTEMÁTICA E PROPOSTAS DE BOAS PRÁTICAS

Autores:
AMANDA FREIRE, Mario Orestes Aguirre Gonzalez, Marcela Squires Galvao e Lara Gabriele Ferreira de Medeiros.

Resumo:
As abordagens a respeito do tema criatividade têm crescido notoriamente desde a sua incorporação às organizações como uma necessidade crescente de formar indivíduos potencialmente criativos. O objetivo do artigo é propor boas práticas para o desenvolvimento do potencial criativo em ambientes organizacionais. A partir de uma revisão bibliográfica sistemática, foi realizada uma pesquisa na base de dados do portal Periódicos Capes, analisando, num período de 20 anos, 49 artigos. São propostas 16 boas práticas, sendo as principais: proporcionar e manter liberdade de comunicação entre os superiores e seus funcionários; identificar necessidades do mercado, através do relacionamento com os clientes; registrar descobertas e ideias de negócios; permitir aos funcionários certa autonomia no desempenho de sua função e; utilizar liderança transformacional. Também como resultado, verificou-se no estado da arte do tema, o ambiente como principal fator influente no desenvolvimento do potencial criativo do indivíduo. Por fim, são propostos temas para futuras pesquisas.

Palavras chaves: Potencial Criativo, revisão bibliográfica sistemática, criatividade, boas práticas.

TN_STP_163_952_20879 - Gestão das competências dos servidores técnico-administrativo em educação: O Caso no Instituto Federal Fluminense Campus Itaperuna

Autores:
Maycon Pires Rodrigues, ailton da silva ferreira, Amagdala Catarina Mancor de Oliveira e Denise Cristina de Oliveira Nascimento.

Resumo:
Este artigo tem por objetivo apresentar um estudo do modelo de Gestão por competência no setor público, verificando a aplicação deste modelo, mediante pesquisa realizada no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense campus Itaperuna. Foi realizada pesquisa bibliográfica para levantamento de conceitos relacionados ao tema, como: competências, gestão por competência, mapeamento de competência e avaliação de desempenho. A pesquisa para o desenvolvimento do estudo partiu do mapeamento das competências do cargo de Técnico-administrativos em Educação, expressas no formulário de Avaliação de desempenho utilizado pelo Instituto. Este formulário serviu de base para o questionário, aplicado a 20 servidores. Os resultados foram tabulados e os gráficos buscam responder a questões: Como o conceito de competência está sendo aplicado pelos servidores no Instituto. A conclusão do estudo foi que no IFF a gestão por competência é tratada com atenção e assimilada pelos servidores, como resultado do entendimento que as pessoas são responsáveis pelo sucesso da execução das estratégias das organizações e alcance dos objetivos organizacionais.

Palavras chaves: Competências, servidor público, IFF

TN_STO_163_953_20895 - Vantagem competitiva através de Redes Empresariais nas MPME's: O Caso de uma rede de Supermercados

Autores:
Herlane Suele Alves Martins.

Resumo:
As Micro, Pequenas e Médias Empresas (MPME's) vêm ganhando destaque no cenário econômico, devido ao seu crescimento e potencial de gerar empregos. Porém, enfrentam problemas como limitação de recursos, marketing e inovação. Neste cenário, as redes empresariais têm se mostrado um modelo de gestão capaz de aumentar os níveis de competitividade das empresas participantes. O objetivo deste trabalho é analisar como a formação de redes empresariais pode trazer vantagens competitivas para as MPME's. A metodologia utilizada na pesquisa partiu de uma revisão bibliográfica, aprofundando a base teórica do assunto estudado, posteriormente, um estudo de caso na Rede Oeste de Supermercados, no intuito de obter uma análise apurada dos benefícios da rede como solução inovadora na busca de competitividade. Observou-se neste estudo, que as redes podem diferenciar as empresas participantes diante do mercado aumentando sua capacidade competitiva. Abstract Micro, Small and Medium Enterprises (MSME's) are gaining prominence in the economic scenario due to their growth and potential to generate jobs. However, they face problems such as limited resources, marketing and innovation. In this scenario, corporate networks have been a model of management which can increase competitiveness level of participating companies. The aim of this study is to analyze how the formation of business networks can bring competitive advantages to the MSME's. The methodology used in this research started with a literature review, making a profound study of the theoretical basis of the subject studied. Then the "Rede Oeste de Supermercados" were used as a case study in order to obtain an accurate analysis of the benefits of networking as an innovative solution in the research for competitiveness. In this study, it was noticed that networking can differentiate the participating companies on the market by increasing its competitiveness.

Palavras chaves: Vantagem competitiva, Redes Empresariais; Cooperação.

TN_STP_163_951_20975 - MELHORIA DO LEAD TIME PRODUTIVO POR MEIO DO MAPEAMENTO DE FLUXO DE VALOR - O CASO DE UMA EMPRESA DE CALÇADOS

Autores:
FELIPE REZENDE ALARCON, Vinicius Carrijo de Medeiros, Bruno Borges Stefani, Lilian Carneiro Souza e Gabriela Azevedo Motta.

Resumo:
Este artigo tem por objetivo apresentar um mapeamento de fluxo de valor para otimização do lead time de uma empresa, que atua no setor calçadista fabricando calçados de segurança em Franca/SP, mostrando benefícios da utilização dos conceitos de produção enxuta. Para atingir tal objetivo foi realizado um estudo de caso. Como resultado apresenta-se o mapeamento de fluxo de valor para a empresa como importante instrumento para a visualização da situação atual e futura, propiciando a detecção dos gargalos e das vulnerabilidades, proporcionando a proposição de melhorias contínuas na gestão da empresa de calçados que ambientou o estudo.

Palavras chaves: Mapa de fluxo de valor, produção enxuta, empresa de calçados

TN_STP_163_952_20986 - A análise da logística e cadeia de suprimentos sob as lentes do modelo VRIO: uma Pesquisa Bibliométrica.

Autores:
Geraldo Cardoso de Oliveira Neto e Dirceu da Silva.

Resumo:
A gestão da logística e da cadeia de suprimentos nos últimos anos tem se mostrado relevante no campo da estratégia organizacional devido à possibilidade de impulsionar vantagem competitiva e melhorar o desempenho da firma. Diversos autores e profissionais com experiência de mercado fundamentam a estratégia na visão baseada em recursos, permitindo empregar os recursos logísticos valiosos, raros, inimitáveis e de maneira organizada (VRIO) a fim de gerar lucratividade e melhorar a capacidade central, aspecto intrínseco às rotinas operacionais. O conjunto de recursos e as capacidades centrais devem ser coordenados de modo a determinar um nível particular de desempenho nas atividades gerando especialidade nessas, denominada de competência. O objetivo desse estudo é buscar por meio de revisão bibliométrica artigos que relacionam a gestão logística/gestão da cadeia de suprimentos com o modelo VRIO, permitindo classificar os recursos utilizados e avaliar se o recurso ou conjunto de recursos elencados impulsiona novas capacidades para melhoria do desempenho da logística e maior vantagem competitiva. Para tanto, foram analisados 68 artigos científicos nacionais e internacionais relevantes para a administração e Engenharia de Produção. Diante disso, investigou-se: Quantos artigos relacionam a gestão logística/gestão da cadeia de suprimentos com os conceitos de VRIO? Qual a classificação dos recursos utilizados por artigo? Se o recurso ou conjunto de recursos elencados impulsiona novas capacidades centrais para melhoria do desempenho da logística e maior vantagem competitiva. Em relação à metodologia, tratou-se de um estudo de análise bibliométrica, que se destinou a quantificar e analisar a produção científica do tema em questão, utilizando-se também da abordagem quantitativa, além da estatística descritiva. Os resultados mostraram uma área que vem evoluindo em números de artigos publicados e que se caracteriza por estar baseada em teorias consolidadas. Constatou-se que a maioria das referências investigadas na pesquisa é dos anos de 2009 a 2011.

Palavras chaves: Logística, Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos, Recursos Logísticos, VRIO

TN_STP_163_950_20990 - Estratégias de produção de empresas produtoras de calçados

Autores:
Vivian Karina Bianchini, Alceu Gomes Alves Filho, Laura Cunha Crosara, Matheus Rodrigues Corsi e Ana Flavia Lucas de Oliveira.

Resumo:
O conceito de competitividade passou a ser de vital para a existência duradoura das empresas. Diante da inevitável competitividade global, a definição da estratégia e seu consequente planejamento passaram a fazer parte das necessidades básicas das organizações. O objetivo deste artigo é analisar a estratégia de produção em função das prioridades competitivas adotadas por empresas produtoras de calçados. Para atingir tal objetivo foram pesquisadas duas empresas de grande porte do polo calçadista de Franca, interior de São Paulo. Como resultado foi possível iniciar a verificação das práticas adotadas por essas empresas, identificando temas relevantes, tanto do ponto de vista teórico quanto prático, para continuidade de produção de conhecimento na linha de pesquisa sobre estratégia de produção na indústria de calçados.

Palavras chaves: estratégias de produção, prioridades competitivas, empresas de calçados

TN_STO_164_954_21021 - O desenvolvimento da teoria da inovação schumpeteriana

Autores:
Sergio Ramalho Dantas Varella, Jefferson Bruno Soares de Medeiros e Mauro Tomaz da Silva Junior.

Resumo:
No início do século XX com Schumpeter o tema inovação passou a ser amplamente debatido. Com o passar dos anos, seu trabalho foi amadurecendo através de novas teorias do crescimento ligadas à inovação, desenvolvidas pelos pesquisadores que o sucederam. Correntes como: neoclássica segmentada em teoria exógena e endógena; e a teoria evolucionária. Este artigo realizou um extenso levantamento junto à literatura, elencando e unificando as características de cada corrente da teoria da inovação. Ao fim do trabalho o leitor pode entender de forma clara e objetiva a evolução ao longo do tempo e identificar os principais autores de cada corrente.

Palavras chaves: teoria da inovação, schumpeter, neoclássico, evolucionários.

TN_STO_164_954_21063 - ESTUDO DAS PRÁTICAS DE GESTÃO DO CONHECIMENTO EM UMA INSTITUIÇÃO PÚBLICA DE PESQUISA: O CASO DO CENTRO TECNOLÓGICO DO EXÉRCITO

Autores:
Ralfh Varges Ansuattigui, Antonio Jose Caulliraux Pithon e Jose Luiz Fernandes.

Resumo:
A escassez e o encarecimento dos fatores tradicionais de produção nas últimas décadas do século passado levaram as nações desenvolvidas a engendrarem novas maneiras de se manterem na liderança da economia mundial. O grande crescimento da pesquisa e desenvolvimento tecnológico do pós-guerra permitiu as organizações líderes em seus mercados acumularem grande quantidade de conhecimento, fazendo com que este adquirisse imenso valor como recurso necessário a crescente demanda por inovações. Por outro lado a modernização e disseminação das telecomunicações proporcionaram a estas organizações os meios para deslocarem a produção de bens e serviços para os mercados consumidores no mundo globalizado, transformando o conhecimento em um ativo de valor incomparável. Antigas práticas de gestão, tais como a gestão de recursos humanos e a documentação de melhores práticas, foram recicladas enquanto práticas recentes como as Comunidades de Prática e a Educação Corporativa foram adotadas na busca por modelos de gestão que se destacassem por valorizar e fomentar a criação e o compartilhamento do conhecimento no âmbito das organizações. A Gestão do Conhecimento, após superar a desconfiança dos que acreditavam estar diante de um novo modismo gerencial, se estabeleceu como uma prática de gestão multidisciplinar capaz de maximizar a eficácia das atividades relacionadas ao conhecimento, cuidando também da sua constante renovação. No intuído de coadunar com os objetivos de uma organização, a Gestão do Conhecimento deve estar alinhada com o a sua estratégia, o que significa ser planejado e financiado pelos escalões superiores, receber apoio por intermédio de infraestrutura adequada no nível tático e ter suas práticas e atividades disseminadas e aplicadas no nível operacional. Todavia, para que uma organização possa planejar a implantação formal da Gestão do Conhecimento é necessário ter prévio conhecimento das práticas de gestão já utilizadas e dos fatores passíveis de influenciar esta iniciativa, o que pode ser conseguido através do emprego de ferramentas especificamente projetadas para isso. Esta pesquisa, de cunho descritivo, visou investigar em uma instituição pública de pesquisa, especificamente o Centro Tecnológico do Exército, a utilização de práticas de gestão as quais possam ser classificadas como práticas de gestão do conhecimento de acordo com a literatura sobre o assunto. A investigação destas práticas, feita através de levantamento valendo-se de um questionário baseado em um trabalho do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) no âmbito da Administração Pública Federal, e os resultados obtidos mostraram que o CTEx, além de não possuir plano estruturado de gestão do conhecimento, não aplica a grande maioria das práticas de gestão do conhecimento pesquisadas.

Palavras chaves: Gestão do Conhecimento, Práticas da Gestão do Conhecimento, Diagnóstico da Gestão do Conhecimento

TN_STP_163_951_21078 - ESTUDO DA APLICAÇÃO DE UMA METODOLOGIA DE LAYOUT EM UMA FÁBRICA DO SETOR DE ROCHAS ORNAMENTAIS

Autores:
Jaqueline Matias da Silva, SUSANE DE FARIAS GOMES, Alina Diniz Barros e Gisele Dantas Viana.

Resumo:
Estabelecido a partir do estudo do sistema de informações relacionado com a distribuição dos móveis, equipamentos e pessoas, o arranjo físico adequado proporciona para a empresa maior economia e produtividade, além de oferecer condições de trabalho mais seguras. Com isso, o objetivo deste trabalho concerne em aplicar a metodologia de Villar (2004) na empresa de mármores e granitos localizada na cidade de Campina Grande - PB, a FUJI S/A. Diante do exposto, sugere-se que não se deve pensar em eficiência e eficácia sem visualizar uma adequada estruturação de layout. O importante é que, por trás da disposição dos recursos produtivos, há fatores que visam à melhoria contínua, aumentando assim competitividade. Ao final, serão feitas sugestões de melhorias para o layout desta fábrica na tentativa de maximização do desempenho produtivo e seguridade aos colaboradores.

Palavras chaves: Arranjo físico, produtividade, competitividade

TN_STP_164_954_21110 - Modelo de gestão da inovação para spin-offs acadêmicas

Autores:
Adriana Ferreira de Faria, Isabela Dias Rezende, Jaqueline Akemi Suzuki e Virginia Celia Mendonca de Miranda.

Resumo:
As empresas nascentes de base tecnológica possuem grande dificuldade de levar a tecnologia oriunda dos resultados das pesquisas para o mercado na forma de produtos ou processos inovadores que sejam plenamente aceitos pelo mercado. Supõe-se que essa dificuldade seja natural para o caso das spin-offs acadêmicas, haja vista que a grande maioria dos pesquisadores das universidades inicia seus projetos de pesquisa sem uma aproximação do mercado. Assim, quando o resultado da pesquisa é uma nova tecnologia, a incorporação dessa em um produto ou processo inovador torna-se as vezes difícil, pois não se ouviu "a voz do cliente". Neste sentido, o objetivo deste trabalho foi desenvolver um modelo para a gestão da inovação para spin-offs acadêmicas, com o intuito de auxiliar essas empresas no planejamento do produto e do negócio, que considere os métodos e ferramentas da Gestão de Desenvolvimento de Produto. Espera-se que este modelo possa ser utilizado nessas empresas como forma de aumentar a eficiência de sua gestão e consequentemente sua competitividade no mercado. O modelo proposto para a gestão da inovação para spin-offs acadêmicas considera três estágios principais: avaliação da tecnologia, desdobramento da tecnologia em produtos e o planejamento do negócio.

Palavras chaves: spin-offs acadêmicas; gestão da inovação; gestão do processo de desenvolvimento de produtos.

TN_STO_165_959_21113 - A influência da gestão da qualidade ambiental nas atitudes sustentáveis de consumidores de veículos novos

Autores:
Cassia Ercolin de Moura e Fernando Celso de Campos.

Resumo:
A mudança no Meio Ambiente afeta significativamente a vida da sociedade. As indústrias em conjunto com os consumidores, responsáveis diretos na degradação do meio natural, precisam buscar soluções para reparar os danos causados por atitudes não sustentáveis. Este estudo busca entender por um lado a percepção do consumidor de veículos novos sobre os investimentos que são feitos no setor automobilístico na busca da preservação do meio ambiente e por outro se há conscientização por parte do setor neste mesmo tema. Nesta inquietação surgiu uma nova pergunta, que tipo de importância os consumidores de veículos novos revelam no momento da compra? Inicialmente este trabalho propõe uma reflexão sobre as atitudes de responsabilidade ambiental de consumidores automobilísticos, e sobre os custos relacionados ao meio ambiente, conhecidos como custos de externalidade, uma das categorias dos Custos da Qualidade Ambiental, e tem por objetivo compreender a percepção dos consumidores em relação aos investimentos ambientais feitos no setor automobilístico e se percebem ou não a consciência ambiental sustentável de preservação por parte deste setor, e finalmente saber que importância é dada por parte destes consumidores às ações sustentáveis, quando estão comprando um carro novo. Para atingir os objetivos propostos, foram pesquisados diversos autores que contribuíram para o entendimento dos conceitos abordados, foi realizada uma pesquisa, por meio de um questionário, para entender a evolução das ações aplicadas nos últimos anos nesse tema e para compreender as atitudes sustentáveis dos consumidores no momento da escolha de um carro novo.

Palavras chaves: Indústria Automobilística, Custos Ambientais, Custo da Qualidade, Percepção do Consumidor

TN_STO_164_955_21121 - Gestão do Conhecimento e Computação Ubíqua: o que há de novo?

Autores:
Cintia Blaskovsky e Edson Walmir Cazarini.

Resumo:
O ambiente organizacional de hoje, interage constantemente com diversos agentes e setores. Neste sentido, a complexidade atual do mercado demanda esforços a nível operacional e principalmente na busca de melhores estratégias que venham contribuir com o objetivo da organização. No entanto, as abordagens mais discutidas estão relacionadas à capacidade de geração de conhecimento no ambiente interno e externo das empresas. Este artigo propõe uma pesquisa bibliográfica, através de um levantamento com o intuito de identificar lacunas nas publicações relacionadas à Gestão do Conhecimento, Teoria da Complexidade e Computação Ubíqua. Foram abordados dezenove trabalhos relevantes e que realizadas inferências apontam ausência de estudos para novos sistemas de gestão do conhecimento com o uso da computação ubíqua. Sendo necessário considerar que a corrente geração de dispositivos interconectados é somente o ponto de partida em direção à gestão do conhecimento e computação ubíqua, para a influência dos diversos ambientes onde os usuários estão inseridos.

Palavras chaves: Gestão do conhecimento, teoria da complexidade, computação ubíqua



Sobre a ABEPRO   |   Associe-se   |   Novidades   |   Contatos   |  

Sede Administrativa: Av. Almirante Barroso, Nº 63 - Sala 417 - Centro - Rio de Janeiro - RJ - BRASIL - CEP: 20031-003

Todos os direitos reservados © 2008 - ABEPRO - Melhor visualizado no Internet Explorer 5.5 ou superior